sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

"Vim aqui para botar lenha na fogueira", diz Psy em Salvador

O sul-coreano Psy, autor do hit mundial "Gangnam Style", recebeu jornalistas na tarde desta sexta (8), em Salvador. O cantor disse que acha o Carnaval "uma loucura" e chegou na cidade para "botar lenha na fogueira".8.fev.2013 - O cantor Psy durante coletiva em Salvador




Nesta sexta (8), Psy desfila no trio junto com Claudia Leitte. No sábado, ele vai acompanhar um desfile do Grupo de Acesso entre as 20 e 22h, de acordo com o patrocinador que traz o cantor ao Brasil.

A entrevista coletiva foi aberta pela apresentadora Sabrina Sato e pelas atletas de nado sincronizado Bia e Branca Feres, com quem Psy participou de uma ação de marketing de uma marca de lâminas de barbear. Um dos vídeos da campanha teve mais de um milhão de visualizações no You Tube.

Psy depilou a perna para a campanha, mas não "se barbeou" no palco. Já apareceu com uma calça curta para mostrar o resultado da deopilação.

Sabrina entregou um pandeiro para Psy e tentou ensiná-lo a tocar samba.

O sul coreano falou sobre o sucesso instantâneo de sua música e do videoclipe pelo mundo. "Nunca sonhei que isso pudesse acontecer. Depois que meu vídeo surgiu na internet e deu milhões de acessos, aconteceram muitas coisas. E agora estou aqui no Brasil"

Ainda sobre "Gangnam Style", Psy disse: "Não é uma critica à sociedade. A música não quer dizer nada. Fiz o máximo possível para parecer ridículo".

Psy não quis dançar "Gangnam Style" para guardar energia para o Carnaval

No domingo, dia do desfile da Inocentes de Belford Roxo - que vai homenagear a Coreia -, Psy tem um show marcado na Malásia, em comemoração ao Ano-Novo no país.