segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Material escolar está 8,33% mais caro este ano, diz Procon Natal

Ilustração pode diferenciar preço de produtos, com especificações semelhantes, dentro da lista de material escolar (Foto: Roberta Cólen/ G1)



O material escolar está 8,33% mais caro e a diferença de preços chegam a 614% nas papelarias de Natal, segundo pesquisa divulgada na manhã desta segunda-feira (21) pelo Instituto Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon Natal). A pesquisa de material (exceto livros) foi realizada em 21 estabelecimentos da cidade entre os dias 4 e 11 deste mês.

Ainda de acordo com o resultado da pesquisa, o aumento é referente ao ano passado. De uma lista de 27 itens, 16 subiram e 11 sofreram redução. Os cadernos subiram, em média, 15,3%, enquanto os demais artigos subiram 4,1%. O estudo, ainda segundo o Procon Natal, revela que “há grandes diferenças de preços entre produtos da mesma marca e modelo, chegando a 614%, como é o caso de um simples lápis preto nº 2 da marca CIS, que apresenta diversos preços: R$ 0,14 (menor preço), R$ 0,20, R$ 0,27, R$ 0,30, R$ 0,69 e R$ 1,00 (maior preço)”.

Foram coletados os preços de 245 produtos de diferentes marcas e modelos disponíveis no momento da pesquisa. A relação completa dos itens pesquisados está disponível no site doProcon Natal.

Em razão da variedade de preços, o Procon Natal recomenda aos pais que pesquisem antes de comprar. “A economia pode ser significativa. Além disso, devem procurar as melhores
condições de pagamento, os descontos, observando a qualidade dos produtos, e
procurando comprar produtos com selo de garantia do Inmetro. Além disso, nunca
deixar de pedir a nota fiscal”

fonte: G1RN