quinta-feira, 5 de julho de 2012

Operação da Polícia Federal prende presidente do PR em Goiás

O patrimônio de José Francisco das Neves somava pouco mais de R$ 500 mil. Nos últimos anos, houve um crescimento astronômico.




Uma operação da Polícia Federalprendeu, nesta quinta-feira (5), três pessoas, em Goiás. Entre elas, o presidente do Partido da República no estado, que também já presidiu a estatal que cuida das ferrovias no Brasil.
José Francisco das Neves, conhecido como Juquinha, foi presidente da Valec de 2003 a 2010. Ele foi preso na casa onde mora, uma mansão em um condomínio de luxo em Goiânia. No mesmo local, ele tem outros dois imóveis também de alto padrão. Até 1998, o patrimônio dele somava pouco mais de R$ 500 mil. Nos últimos anos, segundo as investigações, houve um crescimento astronômico.
“Nós identificamos um patrimônio muito grande, patrimônio incompatível aparentemente com a renda de presidente da Valec. Hoje está estimado em R$ 60 milhões. Pode ser mais ou menos”, disse o procurador da República Hélio Telho.
Além do cargo na Valec e da presidência do PR, Juquinha já foi deputado federal e ocupou ouros cargos públicos no governo de Goiás.
A mulher de Juquinha, o filho e um sócio do filho também estão presos na Polícia Federal, todos acusados de formação de quadrilha e lavagem de dinheiro. Segundo as investigações, para não ser flagrado pela Receita Federal, o ex-presidente da Valec comprava fazendas e imóveis e registrava em nomes de parentes.
Segunda a Polícia Federal, o grupo superfaturava as obras da ferrovia Norte-Sul, que vai ligar o Pará a Goiás. Somente com o serviço de terraplenagem e fornecimento dos dormentes, onde são colocados os trilhos, a quadrilha desviou R$ 40 milhões.
“A gente vai analisar todo o material que foi apreendido.Tem perícias sobre informações fiscais e bancárias", afirmou o delegado da PF, Eduardo Scherer.
FONTE: JORNAL NACIONAL