terça-feira, 15 de janeiro de 2008

DR. SILVIO BEZERRA DE MELO, LEVOU CRUZETA AO PROGRESSO.



DR. SÍLVIO BEZERRA DE MELO

Nasceu em Currais Novos em 13 de novembro de 1908, filho de Tomaz Salustino Gomes de Melo e Tereza Bezerra Salustino. Estatura alta, pele clara, olhos brilhantes, temperamento forte, ora risonho, ora trancado, recolhido, amante da natureza perfeccionista, seguro nas afirmações, político conservador, gostava de seresta e era admirador das artes.
Espírito robusto e coração caridoso, bondoso e alegre, chegado a piadas e anedotas. Contemplativo e observador, inteligência brilhante e memória aguçada. Zeloso pelo civismo e pelos bons hábitos. Depressivo o que lhe causou a morte.

Morreu em Belo Horizonte no dia da árvore em 21 de setembro de 1977, onde está sepultado.
Fez seus primeiros estudos no grupo escolar “Capitão Mor Galvão” formou-se em engenheiro pela Escola de Agronomia de Belo Horizonte em 1929. Casou-se em 14 de novembro de 1932 em Belo Horizonte com Débora Moreira de Abreu e tiveram 5 filhos, Mariliene, Marílis, Márcia, Reno e Valter.

Foi o 1º Prefeito Constitucional de Currais Novos no período de 1º de janeiro de 1948 a 31 de dezembro de 1953, tendo sido candidato único, decisão da população curraisnovense.
Contribuiu na construção das capelas “Santa Maria Gorete” e “Jesus Menino” das Filhas do Amor Divino, oferecendo-lhes também orientação técnica e outros recursos. Ao assumir a Prefeitura de Currais Novos fez uma reestruturação geral nos vencimentos dos funcionários municipais onde concedeu abobo de natal, este foi um de seus primeiros atos.
Concluiu os serviços da Pça “Cristo Rei”.

Canalizou as águas das diversas ruas, dotando-as de eficiente serviço de esgoto e nivelamento, arborizando-as e iluminando-as. Iniciou e concluiu os serviços de calçamento da Av. “Cel. José Bezerra”, sendo, na época, a mais importante via da cidade, como também a rua “João Pessoa”, rua Dr. “José Borges” hoje “Lula Gomes”. Reorganizou por completo a Banda Musical.
Construiu toda a rede elétrica da cidade. Fez levantamento topográfico da cidade, com engenheiros e arquitetos mineiros.

Instalou luz elétrica para Lagoa Nova e construiu o mercado público.
Colaborador na construção do Aero Clube de Currais Novos e tornou-se sócio fundador do Clube de Caça e Pesca do Seridó. Construiu o Parque de Vaquejada.
Sua batalha foi incansável para que Currais Novos ganhasse um núcleo avançado da nossa universidade, instalando-se o curso de Engenharia de Minas, ainda no campo da educação quando prefeito, construiu diversas escolas rurais e patrocinou um desfile cívico com todos os alunos.

Orientou a construção do grupo escolar “Capitão Mor Galvão” e do “Instituto Vivaldo Pereira”.
Em 1969 fez doação de mastros e bandeiras a todas as escolas do município, quando se fazia a campanha – Uma bandeira na sala de aula.

Iniciou a construção das instalações do Ginásio Agrícola no Sítio Totoró de Baixo.

Foi chefe da estação experimental do Seridó em Cruzeta, quando instalou uma agência telefônica. Em seguida foi o 1º prefeito constitucional no período de 31 de janeiro de 1955 à 31 de janeiro de 1960, realizando as seguintes obras: Casa de Força e Luz, Matadouro Público, pavimentou as principais ruas da cidade, reformou e ampliou o Cemitério Público, fez a planta cadastral, traçou o plano de urbanização da cidade, demarcou o município, edificou a caixa d’água, instalou um chafariz na rua dos operários, reconstruiu todas as estradas que ligam aos municípios vizinhos, fundou o clube de mães, trazendo técnicas da LBA para orientação. Enfim tudo que se refere ao progresso de Cruzeta está estreitamente ligado à insigne figura de Dr. Sílvio Bezerra de Melo (frase citada no livro da Profª Terezinha de Jesus Medeiros de Góes, Noções de Geografia e História do Município de Cruzeta).

Diretor da Rádio Brejuí, hoje, com nova razão social, Rádio Currais Novos.
Vice-presidente da Mineração Tomaz Salustino S/A, trabalhando em vários setores, tendo sempre a preocupação com o bem estar do operário, da família e do funcionário, oferecendo-lhes escola, assistência à saúde, segurança e meios de religiosidade, esporte e lazer.
Silvio Bezerra deixou robustez em todas as suas obras, figura carismática, soube ser útil a sociedade. Importante para os amigos, compreensivo para os familiares, imprescindível a comunidade em que nasceu e viveu, e a que serviu com extraordinário amor e espírito público. A ela, dedicou toda a sua existência.
Foi sem dúvida, seu grande benfeitor, razão maior do seu progresso e do seu desenvolvimento. Homem simples, sincero e cordial.


FONTE: SILVIO BEZERRA DE MELO NETO ( CURRAIS NOVOS ).

Nenhum comentário: